ALJOG
ALJOG
Fortuna Crítica PDF Imprimir E-mail

BARBIERI, Therezinha Jesus P. Castro. Fragatas e Bergantins – uma leitura de “Amor de perdição” e “A ferro e fogo” de Josué Guimarães. Rio de Janeiro: Faculdade de Letras, PUCRJ, 1990.

CARNEIRO, Cleverson Ribas. “Os tambores silenciosos”: voz popular e alegria revolucionária. Curitiba: Faculdade de Letras, UFPR, 2002.

GUERRA, Lidiane. Videiras de fogo: Luiz Antonio de Assis Brasil, Leitor de Josué Guimarães. 2010. 93 f. ; Dissertação (Mestrado em Letras) – Universidade de Passo Fundo, 2010.

KLAJN, Elisa Maria. Vidas a ferro e fogo um diálogo entre a história e a literatura. Porto Alegre: Faculdade de Letras, PUCRS, 1999.

LUKASZCZYK, Claudia. Representação da ideologia no romance “Os tambores silenciosos”. Porto Alegre: Faculdade de Letras, PUCRS, 2001.

MILBRADT, Lúcia Regina da Rosa. Poder e morte: uma leitura de Erico Verissimo e Josué Guimarães. Porto Alegre: Faculdade de Letras, UFRGS, 1996.

NATH, Rosane Maria Pietrobelli. Questões de gênero em A Ferro e Fogo - Tempo de Solidão, de Josué Guimarães. 2009. 92 f. ; Dissertação (Mestrado em Letras) -- Universidade de Passo Fundo, 2009.

REIS, Paulo Roberto de Oliveira. Phileas Fogg: Josué Guimarães viajava na crônica em jornal. Porto Alegre: Faculdade de Letras, PUCRS, 2000.

REMÉDIOS, M. L. R. (Org.). Josué Guimarães: o autor e sua ficção. Porto Alegre: EDIPUCRS; Editora da universidade (UFRGS), 1997.

REMÉDIOS, M. L. R. “Os tambores silenciosos”: o processo de construção da narrativa. Vidya, Santa maria, v. 19, n. 33, 2000.

REMPEL, Marciane Cristina. A representação da mulher alemã em “A ferro e fogo” e “Videiras de cristal”. Santa Maria: Faculdade de Letras, UFSM, 2000.

SANTOS, Eliane dos. Da opulência à decadência: a memória mito e história em “Camilo Mortaguá”. Santa Maria: Faculdade de Letras, UFSM, 2001.

SANTOS, Volnyr Silva dos. Discurso e ideologia em Josué Guimarães. Porto Alegre: Faculdade de Letras. PUCRS, 1983.

SCHREINER, Renate. Entre ficção e realidade: vozes polifônicas na construção da imagem do imigrante alemão na literatura do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Faculdade de Letras, UFRGS, 1991.

RETTENMAIER, Miguel. Camilo Mortágua: o andarilho da Azenha e os descaminhos da vida. Porto Alegre: Faculdade de Letras, PUCRS, 1997.

___. A cegueira das utopias e os desencantos da memória: uma leitura nas narrativas de Josué Guimarães e Ernesto Sábato. PASSO FUNDO (RS): UPF Editora, 2011.

___. Josué Guimarães: escrever, ler, amar e transgredir. In: REMÉDIOS, Maria Luiza Ritzel; SILVEIRA, Regina da Costa. Redes & Capulanas: identidade, cultura e história nas literaturas lusófonas. Porto Alegre: Editora da UniRitter, 2009, p. 207-223.

___. Pesquisa literária e acervo: a maldição dos manuscritos. Desenredo (PPGL/UPF),  v. 4, p. 137-145, 2008. http://www.upf.tche.br/seer/index.php/rd/article/view/701/459

RETTENMAIER, Miguel; REMÉDIOS, Maria Luiza Ritzel. Josué Guimarães, um revisor da história. Desenredo (PPGL/UPF), v. 2, p. 117-125, 2006. http://www.upf.tche.br/seer/index.php/rd/article/view/499/306

SCHIMIT, Daniela Reupert dos Santos. Josué Guimarães: a obra infantil de um formador de leitores. 2009. 132 f. ; Dissertação (Mestrado em Letras) -- Universidade de Passo Fundo, 2009.

ZILBERMAN, Regina. Literatura gaúcha. Temas e figuras da ficção e da poesia do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: L&PM, 1985

ZILBERMAN, Regina. A literatura no Rio Grande do Sul. Porto Alegre. 3 ed. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1992.

 
Site da UPF
© 2011 - Universidade de Passo Fundo - Divisão de TI