ALJOG
ALJOG
O menino silencioso e o jovem com muito a dizer PDF Imprimir E-mail
vida-1Josué Guimarães, nascido em 1921, em São Jerônimo (RS), foi o penúltimo de nove filhos de José Guimarães, telegrafista de profissão e pastor leigo da Igreja Episcopal Brasileira, e de Georgina Marques Guimarães. De todos os irmãos, foi o que mais tempo demorou a falar, preocupando seus pais. Seus primeiros termos, contudo, não foram palavras isoladas, mas frases feitas, sintaticamente completas, para o espanto de toda sua família.









Aos 17 anos, no Ginásio Cruzeiro do SulO menino Josué GuimarãesApós a primeira infância, transcorrida em Rosário do Sul, segue com sua família para Porto Alegre, onde conclui o ginásio e o curso secundário.











Detalhe da placa de formatura no Ginásio Cruzeiro do Sul (Josué, no canto inferior à esquerda)
No Colégio Cruzeiro do Sul, tradicional estabelecimento de ensino do Rio Grande do Sul, funda o Grêmio Literário Humberto de Campos e passa a escrever no jornal do colégio.













Josué, servindo na Cavalaria na fronteira Brasil UruguaiApós uma curta tentativa na medicina, perante a incapacidade de assistir às aulas de anatomia, opta pelo que foi uma de suas vocações: o jornalismo. Em 1939 viaja para o Rio de Janeiro e inicia a carreira de jornalista na revista O Malho e Vida Ilustrada. Em Porto Alegre, ao retornar, após declarada a II Guerra Mundial, inicia-se na rádio teatro da Rádio Farroupilha. Casa-se um ano depois com Zilda Marques, com quem terá os filhos Marília, Elaine, Jaime e Sônia.  Embora sirva ao Exército,  o fato de ser casado o impede de alistar-se, como pretendia, na Força Expedicionária Brasileira.
 
Site da UPF
© 2011 - Universidade de Passo Fundo - Divisão de TI